Como é a Vida a Bordo Trabalhando em um Cruzeiro Marítimo

feature photo


Você quer saber mesmo como é a vida a bordo trabalhando em um cruzeiro marítimo.  Olha, falando sério: É bom demais!  Muita diversão, muita festa, muita azaração, lugares incríveis, pessoas de toda a parte do mundo, em uma boa grana para economizar.  O que mais que você quer?

Bem, sou ser bem honesto com você.  Trabalhar em um cruzeiro marítimo requer dedicação como em qualquer outro trabalho.  Ninguém vai te pagar para ficar deitado pegando sol na piscina.  Mas você terá a oportunidade de tirar férias e aproveitar bastante toda a cultura e beleza de vários lugares em todo o mundo.  Além disso, você estará rodeado de pessoas que na maioria estarão com um bom astral, pois estarão se divertindo, o que é muito melhor do que ficar preso a uma mesa de escritório, em uma fábrica, ou atendendo clientes mal-humorados o dia inteiro.

Veja o vídeo abaixo para ter uma idéia de como pode ser a vida abordo trabalhando em um cruzeiro marítimo.  Mas não conte com a sorte para realizar os seus sonhos de ser bem remunerado enquanto você viaja pelo mundo afora – entre neste campo sabendo exatamente o que você precisa para obter uma dessas vagas tão cogitadas.  Se você for rejeitado na primeira tentativa, a sua chance de conseguir uma vaga depois pode ficar comprometida. O melhor livro sobre o assunto chama-se  Como Obter um Emprego em um Cruzeiro Marítimo.  Depois de ler o livrovocê saberá exatamente como se preparar para obter um ótimo emprego em um cruzeiro marítimo.

Tire um gostinho da vida abordo em um cruzeiro marítimo.  A introdução no comecinho é em inglês, mas o resto é só imagens que dizem mais do que quaisquer palavras:









Tem 8 respostas até agora. »

  1. Ola amigo estou interessado no ramo e gostaria de algumas dicas.

    se possivel me mande um email para eu tirar minhas duvidas.
    desde já grato

  2. Juliano,

    Pesquise oportunidades de empregos aqui:
    http://www.trabalharemcruzeiros.com/blog/empregos/
    e envie seu currículo diretamente para a empresa.
    Obtenha mais informações aqui:
    http://www.trabalharemcruzeiros.com

  3. Tudo BALELA!! As imagens mostram “a vida dos passageiros” e não dos tripulantes. Enganação! Fui a uma seleção de trabalho para cruzeiros, esta última semana, e a palestrante praticamente que só falou em dificuldades e trabalho escravo dentro dos navios. Dificilmente há horas suas disponíveis que coincidam quano os navios atracam. Vc às vezes passa 10 vezes no mesmo lugar e nunca pode ou tem tempo para conhecer. Segundo a palestrante, vc assina contrato de meses com a cia marítima e não pode abandonar furante aquele período. Urgência em casa? Esqueça. Não chegará a tempo. Aliás, não poderá sair do navio. A não ser que vc queira nunca mais voltar para aquela empresa. E eles te queimarão com as outras. Segundo a palestrante, NÃO EXISTE DIA (no singular mesmo, imaginem “dias”) DE FOLGA. Vc tem de trabalhar TODOS OS DIAS do seu contrato. A palestra/seeleção que assisti foi tão cruelmente propagandeada que, pasmem, 4 pessoas se retiraram durante a mesma, desistindo de continuar na seleção. Sinceramente? Acho que a palestrante super valorizou as dificuldades para ficar somente os que realmente querem e possui perfil de “escravo”.

  4. Newton,

    O trabalho em cruzeiros não é para todo mundo. Se você tem compromissos em casa, realmente esse trabalho não é para você, pois é preciso cumprir o contrato sem voltar para casa. Mas também não é escravidão. Dá para ir ao porto e se divertir sim. Postamos sobre isso recentemente:
    http://www.trabalharemcruzeiros.com/blog/tempo-de-folga-em-um-trabalho-em-cruzeiro/

  5. Newton,não sei em que local você fez essa palestra, e me desculpe, trabalhar em cruzeiro não é trabalho escravo, exemplo? Um buffet de navio trabalhando doze horas por dia tira o equivalente a 2 mil reais por mês, um amigo meu trabalhando aqui em terra trabalhando o mesmo tanto, tira quanto? mais? NÃO, ele tira um SALÁRIO MINIMO, sério, um SALÁRIO MINIMO isso pra mim que é trabalho escravo, e outra, urgencia em familia “esqueça” voce disse? JAMAIS, uma coisa que vi durante meu curso de treinamento, foi a instrutora dizer que fez 3 contratos a bordo, sendo que no segundo a mãe dela teve um problema e com 3 meses de contrato ela precisou sair, quebrou o contrato, mas pode voltar em seguida, porque? PORQUE ELA ERA UMA BOA FUNCIONÁRIA, se você trabalhar bem obedecer as ordens a bordo, você jamais se queima pelo fato de precisar sair por algum problema serio de familia, eles falam do trabalho ser duro, é verdade, eles frisam muito isso, mesmo na seleção e sabe porque? Porque muitos Newton vão a essas entrevistas, achando que estao indo pra CURTIR, FAZER TURISMO E SE DIVERTIR, e não é assim, o objetivo principal é trabalhar e juntar grana, já que lá você nao paga alimentação e estadia, fora as regalias que se ganha, auxilio saude a bordo, em caso de acidentes de trabalho, ou doença, uma carteira de maritimo, que te da varias regalias, e agora vem me dizer que tirar quase 20 mil reais num fim de contrato, sendo que se eu fizer o mesmo trabalho aqui eu nao ganho metade disso ao longo do mesmo tempo, é trabalho escravo? Tá né, se você pensa assim, recomendo que não de continuidade a idéia de trabalhar num navio cara,sério. Trabalho? tem muito, dá pra descer? nem sempre, mas depende mto do cargo, da pra descer, um amigo meu é bar boy a bordo e praticamente desce quase sempre em lugares lindos e posta as fotos pra gente ver. Mas é como disse, se você acha que isso não é um bom trabalho, repito: não continue com a idéia de trabalhar a bordo.

  6. trabalhar em cruzeiro está longe de ser trabalho escravo… estou indo para meu terceiro contrato semana que vem… a grana é muito boa… se der sorte e o dolar tiver bom vc pode tirar muito mais de 20 mil reais… dá pra sair sim nos portos… o tempo as vezes é reduzido, mas dependendo da escala vc consegue mais de 6 horas pra sair… dia de mar as escalas são puxadas, vc nao tem dia livre… somente horas… mas vale o sacrificio quando vc compara o mesmo trabalho em terra (e os salarios miseraveis)… quanto a emergencia em casa, meu namorado perdeu um familiar, no dia seguinte desembarcou, passou 15 dias em casa e voltou para seguir o mesmo contrato, somente teve que pagar a passagem aerea… auxilio saude a bordo nao existe, mas se vc se sentir mal tem medicos e enfermeiras pra avaliar seu caso e medicar se necessario… nao existe atestado medico, se nao trabalha perde o dia, e dependendo do cargo, tem que pagar pra alguen te cobrir…
    concordo com as equipes de recrutamente “assustando” candidatos; muita gente chega no navio achando que tá dee ferias e acaba desistindo duas semanas depois, o que cria a fama dos brasileiros serem vagabundo… mas se vc chegar lá e descobrir que essa vida não é pra vc, vc PODE SIM desistir e ir pra casa, simplesmente pagando suua passagem pra casa…
    fiz meu primeiro contrato como Ass waiter, no segundo fui promovida a Waiter.

  7. Sam,

    Obrigado pelo seu testimônio.

  8. Olá,

    Pois bem, acabo de ser chamado para trabalhar num Cruzeiro e, bem, acho que não entendi muito bem.
    Aparentemente meu salário será de, no máximo, 1500 dólares. Terei que trabalhar 11 horas diárias, sem folgas. Ou seja, em uma semana, trabalharei 77 horas. Em um mês, 330 horas. Isso dá, então, uma média de 4,54 dólares por hora. Isso mesmo, QUATRO DÓLARES E CINQUENTA E QUATRO CENTAVOS POR HORA.
    Atualmente sou estagiário e ganho 13 reais por hora trabalhada. Ou seja, sendo estagiário eu ganho mais, por hora, do que num tão badalado emprego em navio? E olha que o cargo que me ofereceram é bom!
    Além do mais, a Cia ainda quer que eu arque com os custos dos cursos de treinamento, que serão de mais de 1700 reais.

    E aí galera, será que vocês ainda são cegos a ponto de achar que esse é mesmo o emprego dos sonhos?
    Será que brasileiro é realmente vagabundo, como disse o outro, ou só não é otário?

    E PIOR AINDA, nos primeiros 3 meses de emprego, eles me descontam 30% do salário. ISSO MESMO! 30% do salário! E que só é devolvido se eu cumprir meu contrato até o fim!

    Pensem bem, pessoal. Pensem em quem realmente está ganhando dinheiro aí.

    Eu fiquei extremamente decepcionado.

Responda

Para mostrar sua foto cadastre-se no Gravatar.com (tradução Google) com o mesmo email abaixo